Configurations Error(!)
Configurations Error(!)
Configurations Error(!)
Payday loans
Sábado, Dezembro 16, 2017
   
Text Size
Entrar

Eventos


5th Deaf Academics and Researchers Conference 2010 - "Inclusão dos Surdos na Universidade"

21 a 24 de novembro de 2010

Universidade Federal de Santa Catarina

Florianópolis - SC


"A inclusão dos Surdos na Universidade"

Em 2002, foi criado o evento “DEAF ACADEMICS” nos Estados Unidos, sua primeira edição foi na cidade de Austin, estado de Texas. Seu foco principal é pelo reconhecimento dos surdos acadêmicos perante a sociedade, promovendo a interação entre surdos na carreira acadêmica ou pesquisadores.

No histórico desse evento aconteceram muitas coisas importantes para as comunidades surdas que correspondem a estabelecer colaborações e divulgar novas pesquisas. O evento já foi realizado em quatro conferências internacionais: Austin, Texas, Estados Unidos em 2002, Washington, DC Estados Unidos em 2004, Estocolmo, Suécia em 2006 e Dublin, Irlanda em 2008. Pelo papel relevante que a partir do Curso Letras/Libras, tornaram referência o Brasil e a UFSC, foi ela escolhida como sede da próxima conferência a realizar-se em 2010, Florianópolis-SC no Brasil.

DEAF ACADEMICS representa os surdos nas pesquisas dos mais variados campos de estudo, de onde recebe as informações para todas as áreas da ciência e das artes, sempre trabalhando para garantir os direitos culturais, sociais e lingüísticos dos surdos.

Salientamos sua importância para o desenvolvimento da pesquisa, da sensibilização e conscientização junto às universidades e a comunidade em geral promovendo a inclusão. Daí a importância de sediar e estimular a realização de eventos educacionais, lingüísticos e culturais internacionais no país, proporcionando aos surdos acadêmicos a troca de experiências.

Objetivo Geral:

    * Promover a discussão e criação de novas idéias e políticas em prol da comunidade dos surdos acadêmicos e despertar a importância da participação dos surdos acadêmicos nas políticas de educação e inclusão social, na luta pelos seus direitos, e conhecimento de seus deveres como cidadãos participativos e úteis á Universidade e à comunidade onde estão inseridos.

Fonte: http://www.deafacademics2010.com/

Nova invenção para deficientes auditivos

Leitor de MP3 para surdos

Um designer sul-coreano desenvolveu um gadget que vai permitir aos deficientes auditivos ouvir música, anunciou o site brasileiro 'Globo'.

Este leitor de MP3 chama-se 'Sounzzz' e transforma o som numa combinação de vibrações e luzes que  vão permitir ao seu utilizador ter a sensação de que está a ouvir música.

Poderá, também, ser ligado a um computador portátil, tornando possível sentir os efeitos sonoros do filme.

O aparelho assemelha-se a uma almofada e para o utilizar basta encostá-lo ao corpo. A partir daí, as vibrações vão-se espalhar e a música vai-se produzir conforme os intervalos, cadência e ritmo que contém.

Ainda não há data para a sua comercialização.

   

Banco do Brasil apresenta Fim de Semana Especial do CCBB - 22 a 25 de abril de 2010



Quinta-feira, 22 de abril

Visita mediada em LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) – 10h e 15h

Visita mediada pela exposição “A Expedição Langsdorff” para surdos ou ouvintes

fluentes em Libras. Horários exclusivos para escolas e grupos, por meio de

agendamento prévio.

Visita Sensorial para deficientes visuais – 12h e 16h

Visita inclusiva para deficientes visuais e para o público em geral, que será convidado

a utilizar vendas nos olhos durante o percurso. Venha conhecer o prédio do CCBB, sua

história, os estilos arquitetônicos e sua relação com a cidade de São Paulo a partir da

experimentação do espaço e de outras propostas lúdicas.

Musicando – 13h

Atividade que explora as possibilidades sonoras voltadas para o trabalho de inclusão.

Apresentação especial na rotunda – 13h30

Formado por alunos dos cursos oferecidos pela Associação de Deficientes Visuais

e Amigos – ADEVA, o

Coral ADEVA existe desde 2002 e tem feito diversas

apresentações com um repertório de MPB, sob a regência do Prof. Júlio de Britto

Battesti.

Laboratório de Ações Criativas – 17h

Atividades multisensorias de artes plásticas, realizadas para o público em geral.

 

Sexta-feira, 23 de abril

Visita mediada em LIBRAS – 10h e 15h

Visita mediada pela exposição “A Expedição Langsdorff” para surdos ou ouvintes

fluentes em Libras. Horários exclusivos para escolas e grupos, por meio de

agendamento prévio.

Visita Sensorial para deficientes visuais – 12h e 16h

Visita inclusiva para deficientes visuais e para o público em geral, que será convidado

a utilizar vendas nos olhos durante o percurso. Venha conhecer o prédio do CCBB, sua

história, os estilos arquitetônicos e sua relação com a cidade de São Paulo a partir da

experimentação do espaço e de outras propostas lúdicas.

Em Cantos e Contos – 13h

Histórias selecionadas pelo grupo de contadores, com tradução simultânea para Libras

e acompanhamento musical.

Do Que Aconteceu a Goela da Baleia (Rudyard Kliping)

Contadores: Deise, Pedro e Rogério

Uma baleia que tinha um grande apetite comeu peixinhos até sobrar apenas um. Mas o

peixe astuto convence a baleia a procurar outro tipo de alimento: um homem. O que ela

não sabia é que essa refeição iria lhe dar tanto trabalho.

Apresentação especial na rotunda – 13h30

A bailarina profissional

Aline Favaro é a única dançarina portadora de síndrome de

Down que se apresenta na técnica de sapatilha de ponta no Brasil e, provavelmente, no

mundo. Com apresentações por todo o país, e também no exterior, fará um solo especial

na rotunda do CCBB.

Laboratório de Ações Criativas – 17h

Atividades multisensorias de artes plásticas, realizadas para o público em geral.

 

Sábado, 24 de abril

Práticas e Reflexões com Educadores – 10h às 12h

Mesa redonda -

Acessibilidade em Museus

Mediação -

Grupos Especiais

João Paulo Silva

– Arte Educador Grupos Especiais

Tatiana Henrique

– CCBB Educativo/RJ

Andreza Nunes

– CCBB Educativo/SP

Daina Leyton

– Coordenadora do Programa Igual Diferente - MAM

Viviane Sarraf Panelli

– Coordenadora do Centro de Memória Dorina Nowill

Inscrição prévia pelo telefone 3113-3649

Classificação indicativa: público adulto. 70 pessoas

Visita mediada em LIBRAS – 10h e 15h

Visita mediada pela exposição “A Expedição Langsdorff” para surdos ou ouvintes

fluentes em Libras. Horários exclusivos para escolas e grupos, por meio de

agendamento prévio.

Visita Sensorial para deficientes visuais – 12h e 16h

Visita inclusiva para deficientes visuais e para o público em geral, que será convidado

a utilizar vendas nos olhos durante o percurso. Venha conhecer o prédio do CCBB, sua

história, os estilos arquitetônicos e sua relação com a cidade de São Paulo a partir da

experimentação do espaço e de outras propostas lúdicas.

Em Cantos e Contos – 13h

Histórias selecionadas pelo grupo de contadores, com tradução simultânea para Libras

e acompanhamento musical.

Índios Carajás (Domínio Público)

Contadores: Ana Luiza e Ricardo

Há muito tempo atrás, diziam os índios Carajás que a Terra era um lugar muito escuro e

frio, porque não tinha Sol, Lua ou estrela para iluminar. Assim, o bravo guerreiro da tribo,

Cananxiuê, fará planos e irá se arriscar em aventuras para resolver esse problema.

Apresentação especial na rotunda – 13h30

Companhia de Dança Bombelêla

– desde 1994 a cia. apresenta coreografias de Street

Dance, Samba Rock, Samba de Gafieira, Salsa, Tango entre outros. Também possui

umn trabalho de inclusão por meio da dança, com workshops, palestras e dinâmicas

com temas como “Dança e diversidade humana”.

Esta apresentação contará com diversos números coreográficos nos gêneros Street

Dance. Após a apresentação haverá uma dinâmica com a pláteia, visando proporcionar

uma breve vivência de dança junto aos dançarinos e professores, experimentando na

prática um pouco de seu trabalho, de maneira lúdica e interativa.

Musicando – 14h

Atividade que explora as possibilidades sonoras voltadas para o trabalho de inclusão.

Visita Teatralizada – 15h

A história do CCBB contada por atores e músicos, em um roteiro que mescla

informações sobre o patrimônio histórico, curiosidades e fatos da época de sua

fundação.

Laboratório de Ações Criativas – 17h

Atividades multisensorias de artes plásticas, realizadas para o público em geral.

 

Domingo, 25 de abril

Visita mediada em LIBRAS – 10h e 15h

Visita mediada pela exposição “A Expedição Langsdorff” para surdos ou ouvintes

fluentes em Libras. Horários exclusivos para escolas e grupos, por meio de

agendamento prévio.

Laboratório de Ações Criativas – 11h, 15h e 17h

Atividades multisensorias de artes plásticas, realizadas para o público em geral.

Visita Sensorial para deficientes visuais – 12h e 16h

Visita inclusiva para deficientes visuais e para o público em geral, que será convidado

a utilizar vendas nos olhos durante o percurso. Venha conhecer o prédio do CCBB, sua

história, os estilos arquitetônicos e sua relação com a cidade de São Paulo a partir da

experimentação do espaço e de outras propostas lúdicas.

Em Cantos e Contos – 13h

Histórias selecionadas pelo grupo de contadores, com tradução simultânea para Libras

e acompanhamento musical.

Forró No Céu (Domínio Público)

Contadores: Ana Claúdia e Rafael

As peripécias de um sapinho que faz de tudo para participar da festa dos pássaros, lá

no céu. Uma divertida história que, como fábula, explica a cara e o formato que esse

bicho tem hoje.

Apresentação especial na rotunda – 13h30

Trupe do Trapo

– Grupo cênico musical, formado por pessoas com e sem deficiência.

Com dezesseis integrantes, realiza apresentações teatrais em diversos locais.

Apresentarão, no espetáculo

“A Máscara da Liberdade”, a história de um velho

palhaço que, depois de muitos anos de trabalho no circo, fica preso a sua maquiagem

e começa a esquecer seu verdadeiro rosto. Dramaturgia e Direção de Sérgio Zanck.

Arranjos e Direção Musical de Viviane Louro.

Musicando – 14h

Atividade que explora as possibilidades sonoras voltadas para o trabalho de inclusão.

Visita Teatralizada – 15h

A história do CCBB contada por atores e músicos, em um roteiro que mescla

informações sobre o patrimônio histórico, curiosidades e fatos da época de sua

fundação.

Nova invenção para deficientes auditivos

Leitor de MP3 para surdos

Um designer sul-coreano desenvolveu um gadget que vai permitir aos deficientes auditivos ouvir música, anunciou o site brasileiro 'Globo'.

Este leitor de MP3 chama-se 'Sounzzz' e transforma o som numa combinação de vibrações e luzes que  vão permitir ao seu utilizador ter a sensação de que está a ouvir música.

Poderá, também, ser ligado a um computador portátil, tornando possível sentir os efeitos sonoros do filme.

O aparelho assemelha-se a uma almofada e para o utilizar basta encostá-lo ao corpo. A partir daí, as vibrações vão-se espalhar e a música vai-se produzir conforme os intervalos, cadência e ritmo que contém.

Ainda não há data para a sua comercialização.

   

Universo dos Surdos nos palcos de São Paulo

Espetáculo sobre universo dos surdos tem estreia gratuita em São Paulo

Grupo Quase9 dirigido pela coreógrafa Mariana Muniz explora linguagem de sinais e movimentos corporais no Centro Cultural São Paulo


A união da Linguagem Brasileira de Sinais (LIBRAS) e movimentos da dança contemporânea é o mote do novo espetáculo dirigido pela coreógrafa e bailarina, Mariana Muniz (indicada ao Prêmio Shell 2009) e encenado pelo grupo Quase9 Teatro, que estréia no próximo dia 18, em São Paulo, no Centro Cultural São Paulo. Para a concepção do espetáculo - Encontro de Dois - o grupo realizou uma intensa convivência com a comunidade surda a fim de aproximar o teatro desta língua complexa e assim explorar a potência gestual em cena. A proposta inovadora dá continuidade ao trabalho de pesquisa sobre teatro físico, desenvolvida pelo grupo desde sua formação na Unicamp, em 2008.

O resultado é um espetáculo de teatro e dança que pode ser compreendido por ouvintes e não ouvintes. A junção de cenas coreografadas apresenta uma rica mistura do universo dos surdos com gestos do cotidiano que prioriza o olhar, a poesia contida no silêncio e o corpo como principal elemento cênico.

O nome do espetáculo é também título do poema de Jacob Levy Moreno que inspirou uma das cenas da peça e se encaixou perfeitamente a proposta do grupo. “Encontro de Dois também sugere a idéia da aproximação entre dois universos: o dos surdos e dos ouvintes”, ressalta a diretora Mariana Muniz.

A estreia gratuita em São Paulo dá início à turnê da peça contemplada pelo Programa de Ação Cultural do Governo Estado de São Paulo (PROAC) que irá percorrer cidades do interior do estado.

O espetáculo Encontro de Dois pode ser conferido no Centro Cultural São Paulo, R. Vergueiro, nº 1000 - sala Jardel Filho nos dias: 18, 19, 20 e 21 de março, qui – Sáb, 21h; dom, 20h (tel. 3397-4002) e na Galeria Olido - Sala Paissandu – Av. São João, 473 – Centro - nos dias: 25, 26, 27 e 28 de março. Qui – Sáb, 20h; Dom, 19h. (tel.3331-8399). Classificação 14 anos – duração 50min


FICHA TÉCNICA:


Direção: Mariana Muniz

Assistência de Direção: Murilo de Paula

Criadores e Intérpretes: Carol Vidotti, Deborah Andrade, Emilene Gutierrez, Fernando Dourado, Lúcia Kakazu, Leonardo Costa e Patrick Amstalden

Preparação Corporal: Mariana Muniz

Treinamento de Dança e Pilates: Larissa Ballarotti

Coreografias: Quase9 Teatro

Assessoria em LIBRAS: Carlos Avelino Arruda e Mirian Caxilé

Música Original: Ricardo Severo

Iluminação: Ricardo Bueno

Assistência de Iluminação: Ariel Santos

Consultoria em Figurino: Tânia Marcondes

Figurinos: Quase9 Teatro

Operação de Luz: Alexandre Cristovam

Operação de Som: Paula Zaneti

Fotos: Lucas Ogasawara

Desing Gráfico: Lucas Ogasawara

Produção Executiva: Suellen Leal e Quase9 Teatro

Direção de Produção: Suellen Leal

Histórico do Grupo

A Cia Quase9 Teatro - formada por sete atores graduados no curso de ArtesCênicas da Unicamp - surgiu do interesse comum em pesquisar as potencialidades da comunicação corporal. Em 2008 o grupo viajou para a Bolívia onde realizou pesquisas na Internacional School of Phisical Theater and Experimental Dance – KIM (Kosmos in Movement). Deste retiro, surgiu a metodologia e a disciplina de trabalho da Cia. e a parceria com o diretor artístico da KIM, o chileno Elias Cohen que conduziu o primeiro espetáculo do grupo Lilá ou O Jogo de Deus. Em 2009 o projeto Palavras no Silêncio foi contemplado pelo PROAC e resultou no espetáculo Encontro de Dois

   

Página 3 de 3

Portal do Surdo no Facebook

Login Form